Notícias › 27/10/2015

Três organizações potiguares se qualificam para executar P1MC 2015

Instituto Chapéu de Couro é um dos selecionados (Foto: José Bezerra)

Instituto Chapéu de Couro é um dos selecionados (Foto: José Bezerra)

A Associação Programa Um Milhão de Cisternas para o Semiárido (AP1MC) divulgou o resultado do Edital de Chamada Pública nº 001/2015 que convocou entidades privadas sem fins lucrativos para executar as ações do Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC) em microrregiões dos Estados do Semiárido brasileiro. Foram selecionadas 31 entidades, sendo uma em Alagoas, cinco em cada um destes estados – Bahia, Ceará, Paraíba e Pernambuco – três para o Piauí, três para o Rio Grande do Norte, dois para Sergipe e dois Minas Gerais.

As organizações do Rio Grande do Norte são o Instituto para a Valorização da Cultura Camponesa no Semiárido (Instituto Chapéu de Couro), o Centro de Estudo e Assessoria Aplicados ao Desenvolvimento – CEAAD e a Diaconia.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.