Notícias › 04/05/2015

Situação do Rio São Francisco indica necessidade de reduzir vasão de água de Sobradinho

Hidrelétrica de Xingó, Alagoas (www2.ana.gov.br)

Hidrelétrica de Xingó (AL) (www2.ana.gov.br)

A situação hidrometeorológica e de armazenamento da bacia do rio São Francisco indicam a necessidade de reduções adicionais das defluências das barragens de Sobradinho e Xingó, visando garantir o atendimento dos usos múltiplos das águas. A informação é baseada em dados do Operador Nacional do sistema Elétrico (NOS), da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF) e da Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG). Os dados foram apresentados durante reunião da Agência Nacional de Águas (ANA) com os representantes dos setores usuários e do poder público, no dia 28 de abril, para avaliar a situação atual da bacia do São Francisco.

Em virtude das atuais condições desfavoráveis da bacia do São Francisco, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) concedeu à CHESF autorização especial para realizar testes de redução da vazão do Rio São Francisco, a partir da usina de Sobradinho, de até 900 metros cúbicos por segundo. A redução temporária da vazão mínima defluente dos reservatórios de Sobradinho e Xingó leva em consideração a importância dos reservatórios de Sobradinho, Itaparica (Luiz Gonzaga), Apolônio Sales (Moxotó), Complexo de Paulo Afonso e Xingó para o atendimento dos usos múltiplos da água na bacia.

As informações constam de relato da reunião, publicado no site da ANA (http://www2.ana.gov.br/).

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.