Notícias › 16/11/2017

Seapac media discussões sobre crise hídrica em municípios do Seridó Potiguar

Representantes das instituições presentes nas discussões (Foto cedida)

Representantes das instituições presentes nas discussões (Foto cedida)

As discussões sobre a situação hídrica atual do município de Cerro Corá, situado na Serra de Santana, região Seridó do Rio Grande do Norte, tiveram a mediação do Núcleo do Seapac do Seridó, com presença do Assistente Social Saywky San. O objetivo foi construir um plano para enfrentamento da crise hídrica no município. “As discussões tiveram a participação de representantes da CAERN, CONISA, Fórum de Associações de Cerro Corá e Lagoa Nova, além da prefeitura, câmara de vereadores, TETRAF, FETARN e representantes de associações rurais”, relata Saywky.

As discussões cumprem uma proposta feita na reunião da Comissão de acompanhamento da situação hídrica na Serra de Santana, realizada no dia 6 deste mês, em Natal. “O Fórum Municipal de Associações aguarda o prazo de 20 dias, estabelecido pela CAERN, para normalização do sistema adutor”, informa o representante do Seapac. Segundo o engenheiro da Companhia, as mudanças que serão feitas no sistema de distribuição da água possibilitarão o bombeamento da vazão acertada em reunião anterior.

Uma das saídas para amenizar a situação foi a perfuração de poços. “A prefeitura de Cerro Corá informou que só poderá arcar com as despesas de instalação de 12 dos 20 poços já perfurados e que têm água suficiente para bombeamento”, relatou o representante do Seapac. Uma síntese dessas informações será apresentada ao governo do estado, com pedido de instalação dos 8 poços restantes.

Amanhã, 17 de novembro, o Seapac estará mediando a mesma discussão no município de tenente Laurentino, e no sábado, dia 18, em Lagoa Nova. Os dois municípios também estão situados na Serra de Santana, Região Seridó do Estado.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.