Notícias › 17/03/2017

SEAPAC mapea e identifica unidades produtivas familiares na região Oeste

Roçado de Seu Manoel de Abigail, com o consórcio palma-milho-feijão-fava (Foto cedida)

Roçado de Seu Manoel de Abigail, com o consórcio palma-milho-feijão-fava (Foto cedida)

O Núcleo do Seapac da Região Oeste acaba de mapear e identificar 15 Unidades Produtivas Familiares, nos municípios de Encanto e São Miguel, dentro da meta do Plano Operacional Anual, que visa mapear, identificar e acompanhar essas famílias que praticam a agricultura familiar. No município de São Miguel foram mapeadas e identificadas famílias nos Sítios Cruz, Estivas dos Paulinos, Estivas dos Crisostos, São Gonsalo da Linha Grande, Vieira, Comum e Poço de Varas II. Entre as do Município de Encanto estão as comunidades Cantinho (I e II) e Senharão.

Os agrônomos Carlos Georg e Fabrício Edino realizarão um encontro com as 15 famílias, no próximo mês, para iniciar o processo de sensibilização e, ao mesmo tempo, deixar claro qual será o trabalho e a metodologia de ação. “Iremos fortalecer experiências bem diversificadas, como criação de galinhas, hortaliças, produção de palma, quintal produtivo, sistema agroflorestal, fruticultura diversificada, produção de sequeiro, apicultura e produção de raízes tuberosa, como macaxeira e batata”, disse Fabrício.

Carlos e Fabrício acreditam que terão grandes desafios pela frente, devido à peculiaridade da área, com muitas serras. Mas também encontraram sabedoria e diversidades entre as famílias. Uma delas é a de seu Manoel de Abigail, no Sítio Vieira. “Lá, ele produz em forma de consórcio milho-palma-feijão-fava. Primeiro vai colher milho e feijão, depois a fava e por último a palma”, relatam os agrônomos.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.