Notícias › 24/11/2014

SEAPAC inicia construções da segunda água

DSC_0018Para conviver com o semiárido, principalmente nos momentos de seca, é necessário que os agricultores possuam artifícios que os ajudem constantemente, criando alternativas que possibilitem a qualidade de vida e promovam o bem estar das famílias.

O programa Uma Terra e Duas Águas (P1+2) tem como objetivo a construção de tecnologias sociais, que captam água da chuva para garantir que os beneficiados tenham a oportunidade de gerir os recursos hídricos necessários, ao longo do ano, para usar no cultivo do quintal produtivo e na criação de animais.

O Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (SEAPAC), em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), já iniciou o processo de construção das implementações da segunda água nas comunidades rurais do município de Angicos e vai garantir o a convivência de 101 famílias na região.

DSC_0004A agricultora Francisca Francinete Araújo da Silva,  moradora da comunidade Pataxó, e beneficiada com uma cisterna enxurrada, está animada com as obras e diz que pretende iniciar a produção de hortaliças quando a cisterna estiver pronta. “Estou gostando muito dessa construção da cisterna. Quando estiver pronta, e chover para guardar água, quero plantar hortas para alimentação da minha família”, afirmou dona Francisca.

Os cisterneiros já estão em campo para o processo de construção das 52 cisternas calçadão e 41 enxurrada. Os 7 barreiros trincheira já foram cavados e uma barragem subterrânea já está sendo concluída.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.