Notícias › 03/11/2015

Programa quer preservar 73 mi de hectares

Os países envolvidos no programa são responsáveis por 83% da Bacia Amazônica.

Iniciativa vai se estender por cinco anos. (Foto: Divulgação)

Iniciativa vai se estender por cinco anos. (Foto: Divulgação)

Proteger mais de 80% do território amazônico, garantindo a manutenção de 73 milhões de hectares de terras florestais, além de promover a gestão sustentável da terra em 52,7 mil hectares. Esses são os principais objetivos do programa Paisagens Sustentáveis da Amazônia, uma iniciativa regional que pretende unir os governos do Brasil, Peru e Colômbia para combater o desmatamento desse ecossistema.

A ação é do Banco Mundial, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e o World Wildlife Fund (WWF). O Conselho do Mecanismo Global para o Meio Ambiente (GEF), instituição parceira das agências da ONU, anunciou que disponibilizará 113 milhões de dólares para o projeto.

“A Amazônia desempenha papel crítico na regulamentação climática global, bem como na prosperidade ambiental e econômica da região, e é o maior repositório da biodiversidade do planeta”, explicou o presidente do GEF, Naoko Ishii. As ações apoiadas pelo projeto ‘Paisagens Sustentáveis’ da Amazônia, que se estenderá por cinco anos, devem contribuir para reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2) em até 300 milhões de toneladas, até 2030.

Os países envolvidos no programa são responsáveis por 83% da Bacia Amazônica. “No Brasil, nos últimos 10 anos, reduzimos 82% do desmatamento da Amazônia. Reconhecemos 13% como terras indígenas e estabelecemos 27% das áreas protegidas”, destacou a secretária de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente do Brasil, Ana Cristina Barros.

Matéria completa: http://www.domtotal.com/noticias/detalhes.php?notId=958581

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.