Notícias › 14/05/2018

Organizações criam a Articulação Paraibana de Agroecologia

Momento do encontro em Campina Grande-PB (Foto: www.aspta.org.br)

Momento do encontro em Campina Grande-PB (Foto: www.aspta.org.br)

A partir deste mês de maio de 2018 começa a ser organizada a “Articulação Paraibana de Agroecologia”, criada durante o encontro de várias organizações, realizado de 8 a 10 deste mês, em Campina Grande-PB. O encontro reuniu cerca de 150 pessoas dessas organizações paraibanas e teve como objetivo, conforme comentou Luciana Silveira, da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia, “fazer com que as redes e movimentos se conheçam, se aproximem e possam construir alianças, parcerias, em torno do fortalecimento do projeto político da agroecologia”.

Essa Articulação Paraibana de Agroecologia começa a se estruturar, a partir de agora, com a indicação de nomes para compor o grupo. São nomes de representantes de organizações e movimentos que participaram do encontro, e que também foi uma preparação das entidades para participarem do IV Encontro Nacional de Agroecologia (IV ENA), a ser realizado de 31 de maio a 3 de junho deste ano, em Belo Horizonte-MG.

Promoveram e participaram do Encontro Paraibano Rumo ao IV ENA representantes da Articulação do Semiárido Paraibano (ASA Paraíba), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Movimentos Quilombola e Indígena da Paraíba, Marcha Mundial de Mulheres (MMM), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Pastoral da Juventude Rural (PJR), Núcleos de Agroecologia da Paraíba; Rede de Educação do Semiárido Brasileiro (Resab) e Mãos Dadas, entre outros movimentos e organizações.

Fonte: www.aspta.org.br

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.