Notícias › 30/04/2018

O desemprego atinge mais de 13 milhões de brasileiros, segundo o IBGE

Trabalhadora da construção civil (Foto: www.brasildefato.com.br)

Trabalhadora da construção civil (Foto: www.brasildefato.com.br)

O desemprego é atualmente um dos mais graves problemas sociais que o Brasil enfrenta, agravados pela crise econômica e política. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o país registou 13,7 milhões de brasileiros desempregados, um aumento de 11,2% em relação ao trimestre anterior (12,3 milhões). Os dados são referentes ao trimestre terminado em fevereiro de 2018 e fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad).

Segundo a pesquisa, apesar de a economia estar dando sinais de melhora, inclusive com a abertura de postos de trabalho, 12,6% da força de trabalho do país estava em busca de trabalho, ou seja, pessoas que tomaram alguma providência para procurar trabalho. A população ocupada (90,6 milhões) caiu 1,7% em relação ao trimestre de outubro a dezembro de 2017, quando era de 92,1 milhões. Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, quando havia 88,9 milhões de pessoas ocupadas, o crescimento foi de 1,8%. Assim, o nível da ocupação (53,6%) caiu 0,9 ponto percentual frente ao trimestre de outubro a dezembro de 2017 (54,5%). Em relação a igual trimestre de 2017, quando o nível da ocupação foi de 53,1%, a variação foi positiva (0,5 p.p).

Oficialmente, desempregado é aquela pessoa que procura trabalho e não encontra. A falta de emprego tem causado muitos danos sociais como a perda de qualidade de vida, a capacidade de sustento da família e passa a não produzir. Muitas vezes, para sobreviver, o trabalhador se sujeita a um emprego informal sem qualquer direito trabalhista.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.