Notícias › 17/10/2017

Juventudes de Pernambuco se encontram para debater direitos e agroecologia

arte_encontro_juventudes_editCerca de 100 jovens do campo e da cidade do estado de Pernambuco vão participar de 17 a 20 de outubro, na Cidade Universitária, no Recife, do V Encontro Juventudes e Agroecologia com o objetivo de trocar conhecimentos em torno das conquistas e desafios na garantia dos direitos e da agroecologia. A atividade também integra o processo preparatório do IV Encontro Nacional de Agroecologia (ENA), que ocorrerá em junho de 2018, em Belo Horizonte (MG).

Os participantes vêm das três regiões do Estado (Zona da Mata, Agreste e Sertão) e atuam como multiplicadores da Agroecologia em suas comunidades, com a assessoria da ONG Centro Sabiá. Também participarão do encontro educadores de organizações e grupos e/ou coletivos que desenvolvem ações com juventude no Estado.

Segundo Janaina Ferraz, assessora para a juventude do Centro Sabiá, a Agroecologia proporciona o bem viver das juventudes nos seus locais de origem, resgatando e preservando a cultura camponesa que vêm dos seus pais. “A agroecologia favorece imensamente a permanência do jovem no campo e favorecer a permanência das juventudes no campo significa trabalhar a questão da identidade camponesa, os aspectos relacionados ao acesso à terra, à qualidade de vida, as relações de solidariedade e coletividade, a preservação de valores e relações familiares. Também contribui para a independência financeira e autonomia nos trabalhos”, destaca.

Outro ponto alto do evento serão as visitas às experiências em seis comunidades da Região Metropolitana no Recife (RMR) onde os jovens do campo e da cidade poderão intercambiar vivências e dialogar sobre o papel e importância da Agroecologia para a garantia da segurança hídrica, da soberania e segurança alimentar, da permanência das juventudes no campo, para a diminuição dos efeitos das mudanças climáticas. As visitas ocorrerão no dia 19 de outubro (quinta-feira) nas comunidades de Carolina de Jesus (Barro), Ilha de Deus (Imbiribeira), Tururu (Janga), Palha de Arroz (Arruda), Escambo Coletivo (Paulista) e Quebra Cabeça (Morro da Conceição).

Fonte: www.asabrasil.org.br

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.