Notícias › 18/04/2018

Famílias do complexo Barragem Oiticica e empresas discutem andamento da obra

Famílias de Barra de Santana num dos momentos de luta pelos direitos (Foto: José Bezerra)

Famílias de Barra de Santana num dos momentos de luta pelos direitos (Foto: José Bezerra)

O movimento dos Atingidos e Atingidas pela construção do Complexo Barragem de Oiticica reunirá a população de Barra de Santana, representantes dos sindicatos, das comunidades e gestores dos municípios de Jucurutu, São Fernando e Jardim de Piranhas no próximo sábado, dia 21 de abril, às 14 horas, na igreja de Barra de Santana. O objetivo é avaliar a situação das obras física e social do complexo.

A avaliação será sobre vários pontos, entre os quais o pagamento de medições, paralização e demissões de pessoal por parte das empresas, ritmos das atividades, recursos disponíveis e contrapartida do governo do estado. Também serão avaliados outros pontos, como negociações e pagamentos das indenizações dos imóveis de Barra de Santana; informações sobre a não conclusão e razões da paralização das obras do cemitério; esclarecimentos sobre a saída e ausência da empresa supervisora/gerenciadora da obra e os prejuízos aos processos em curso; informações sobre as negociações entre governo do estado e Governo federal, via DNOCS e Ministério do Planejamento para aprovação da nota técnica de aditamento financeiro; diálogo entre SEMARH e IPHAN e as medidas adotadas para as questões ambientais e a construção da estrada de contorno; situação do novo estudo e proposta de supressão vegetal em consonância com proposta do movimento; retomada das negociações sobre agrovilas, comerciantes e inquilinos e residências, entre outros assunto de interesse dos presentes.

Estarão presentes o Secretário da SEMARH, Mairton França; o Procurador Francisco Sales de Mato; José Procópio, Articulador Estadual do Seapac, além de representantes da Fetarn, Sindicatos, Prefeitos, Empresa Solo Moveterra, o consórcio Encalso/EIT.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.