Notícias › 30/08/2017

Energia eólica atinge 12 GW de capacidade acumulada no Brasil

O patamar foi anunciado na abertura da 8ª edição do Brazil Windpower, que até quinta-feira (31), vai reunir investidores e representantes do segmento, no centro do RJ.

Com a capacidade acumulada de 12GW, o Brasil passou de 10º para a 9º lugar no rankingmundial dos principais países geradores de energia eólica e ultrapassou a Itália. (Divulgação, www.domtotal.com)

Com a capacidade acumulada de 12GW, o Brasil passou de 10º para a 9º lugar no rankingmundial dos principais países geradores de energia eólica e ultrapassou a Itália. (Divulgação, www.domtotal.com)

A fonte de geração de energia eólica atingiu 12 gigawatts (GW) de capacidade acumulada no Brasil. O patamar foi anunciado na abertura da 8ª edição do Brazil Windpower, o maior evento de energia eólica da América Latina, que até quinta-feira (31), vai reunir investidores e representantes do segmento, no centro do Rio de Janeiro. O encontro é promovido pela Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), pelo Conselho Global de Energia Eólica (GWEC) e pelo Grupo CanalEnergia.

Com a capacidade acumulada de 12GW, o Brasil passou de 10º para a 9º lugar no rankingmundial dos principais países geradores de energia eólica e ultrapassou a Itália. Do ano passado para este houve um acréscimo de 2GW e o país ficou em quinto lugar mundial em nova capacidade instalada.

No ano passado, o setor eólico investiu US$ 5,4 bilhões. Para a presidente da ABEEólica, Elbia Gannoum, o setor não chegou a ser afetado pela crise econômica porque a evolução se baseia em decisões que tinham sido tomadas anteriormente. “O que está acontecendo em 2017 foi, geralmente, decisão de 2014 e 2015. Em 2018, a gente já vai sentir um pouquinho as decisões de 2015 e 2016. A expansão de 2019, provavelmente, vai ser um pouco menor, só que, por outro lado, a gente já vai estar com retomada. Então, no final das contas, a gente sofreu o efeito da economia, mas foi reduzido pelo fato das decisões serem anteriores”, disse.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.