Destaques › 10/08/2017

Famílias da Barragem Oiticica e Governo do Estado discutirão extensa pauta de reivindicações

Famílias de Barra de Santana em plenária com o Governo do Estado, em 2016 (Foto: José Bezerra)

Famílias de Barra de Santana em plenária com o Governo do Estado, em 2015 (Foto: José Bezerra)

Uma nova reunião entre o Movimento das Famílias Atingidas pela Barragem Oiticica e o Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), Ivan Júnior, está marcada para amanhã, 11 de agosto, a partir as 9 horas, na capela de Santana, no Distrito Barra de Santana, Jucurutu-RN. Também estarão presentes o Procurador do Estado, Francisco Sales; engenheiros da Empresa Solo Movoterras e do Consórcio EIT/Encalso, e representantes da Diocese de Caicó, do Seapac, das Prefeituras de Jucurutu, São Fernando e Jardim de Piranhas e Movimento Sindical, além de todos os comerciantes, inquilinos e moradores de Barra de Santana, convocados pelo Movimento. A reunião anteriormente marcada para julho foi adiada a pedido do Governo do Estado, sob a alegação de que ainda não disponha das informações da pauta de discussões proposta na época.

Os representantes do Movimento e o Governo do Estado, representado pelo Secretário da SEMARH, Ivan Júnior, e demais órgãos envolvidos no processo, vão dialogar sobre pontos de uma extensa pauta apresentada pelas famílias. Os principais assuntos da pauta são: disponibilidade e garantia de recursos financeiros para a continuidade da Barragem de Oiticica, em 2017; continuidade dos trabalhos sociais, tendo em vista o término do contrato entre Governo do Estado e Empresa KL; cronograma físico financeiro das obras da nova Barra de Santana e entrega do cemitério à comunidade, no prazo acordado; definição de atendimento à solicitação de pontos comerciais na nova Barra de Santana para os 47 comerciantes (proprietários e inquilinos); atendimento ao abaixo-assinado feito pelos inquilinos não atendidos com moradias do PSH; prazo de conclusão das casas do PSH e cuidado com sua manutenção até a entrega aos seus moradores; prazo de início e conclusão das indenizações urbano de Barra de Santana; e, finalmente, proposta e modelo

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.