Notícias › 18/04/2017

Cardeal Maradiaga aponta a corrupção como uma das causas da pobreza em Honduras

Cardeal Maradiaga saudando os fiéis na missa de Páscoa - AFP

Cardeal Maradiaga saudando os fiéis na missa de Páscoa – AFP

Tegucigalpa (RV) – “Acabar com a violência criminal e derrotar a corrupção em Honduras”. Este é o apelo lançado pelo Arcebispo de Tegucigalpa, Cardeal Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, na homilia da missa celebrada no Domingo de Páscoa, na catedral da capital do país. Segundo o jornal ‘La Prensa’, o purpurado definiu a violência e a corrupção como chagas cada vez mais arraigadas na sociedade hondurenha. “Não podemos continuar remexendo sempre a mesma podridão. Não podemos continuar na violência e na corrupção”, disse o Cardeal Maradiaga aos fiéis presentes na missa.

O Arcebispo de Tegucigalpa exortou os fiéis a buscar somente os bens do céu e não os da terra, “pois quem entra na vida eterna não leva nada deste mundo”. “A corrupção é uma das causas da pobreza em Honduras”, disse ele. Mais uma vez o purpurado exortou a voltar a Deus, pois, ao contrário, “se retorna à lei da selva, ao ódio, à vingança e morte”.

“Cristo ressuscitado derrotou a morte, o pecado e a injustiça”, prosseguiu o Cardeal Maradiaga, convidando os fiéis a anunciar a ressurreição. “A última palavra não é a do poder da morte, do pecado, do egoísmo, da corrupção, da exclusão e do aniquilamento dos pobres. A última palavra é a do Deus da vida, da misericórdia e da esperança”, frisou ainda o purpurado. “A nossa tarefa é a de levar luz aos lugares de escuridão e anunciar Cristo ressuscitado aos excluídos”, concluiu o Cardeal Maradiaga.

Fontes: (MJ) / http://br.radiovaticana.va

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.