Notícias › 30/10/2015

Califórnia quer reciclar água para enfrentar seca

Após secas, californianos começam a mudar de ideia sobre reciclagem.

Água em estágio preliminar de reciclagem em posto de tratamento, em El Segundo. (Foto: AFP/Arquivos)

Água em estágio preliminar de reciclagem em posto de tratamento, em El Segundo. (Foto: AFP/Arquivos)

Os problemas climáticos não se restringem ao Brasil. Em várias partes do mundo, populações enfrentam o mesmo problema do semiárido brasileiro e buscam saídas para superar a escassez de água. Nos Estados Unidos, os problemas climáticos estimularam técnicas de reuso da água, inclusive para consumo humano. Veja a notícia abaixo:

Os danos provocados pela seca na Califórnia (Estados Unidos) obrigaram as autoridades americanas a considerar a reciclagem de águas residuais como uma opção para garantir o recurso no longo prazo. A possibilidade de reutilizar para consumo humano as águas contaminadas com urina e fezes sempre gerou rejeição por causa de seu sabor.

Os californianos, contudo, começam a mudar de opinião após quatro anos consecutivos de duras condições climáticas, sem chuvas nem nevadas. “Todo mundo está estudando a reciclagem das águas residuais”, explicou o especialista e professor emérito da Universidade Califórnia Davis, George Tchobanoglous.

Como no Texas

Em um estudo publicado no ano passado, Tchobanoglous estimou que até 2020 as águas recicladas poderão alimentar uma quinta parte dos 38 milhões de habitantes de Califórnia.

O estado do Texas, que também vive uma seca, começou a usar há tempo o sistema que recupera a água dos banheiros, duchas, máquinas de lavar e lava-louças para dar-lhes uma segunda vida.

Os que apoiam esse método na Califórnia apontam o exemplo da usina de depuração do condado de Orange, ao sul de Los Angeles. No condado de Los Angeles há outra usina menor conhecida como West Basin, também especializada em reciclar água para consumo o uso industrial.

Fonte: www.domtotal.com

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.