Notícias › 19/02/2016

Belo Horizonte e Montes Claros sediam seminários para discutir gestão dos aquíferos da Região Hidrográfica do São Francisco

(www2.ana.gov.br)

(www2.ana.gov.br)

Em 23 e 25 de fevereiro, duas cidades mineiras receberão o seminário Aquíferos Cársticos da Região Hidrográfica do São Francisco (aquífero Bambuí) – Resultados Parciais dos Estudos para Apoio à Gestão Integrada e Compartilhada de Recursos Hídricos. No dia 23 o evento acontecerá em Montes Claros no auditório da Associação Regional dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos do Norte de Minas (Av. Norival Guilherme Viêira, 70, Ibituruna). Em 25 de fevereiro, Belo Horizonte receberá o seminário no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), que fica na Av. Carandaí, 1115, Ed. Louis Ensch, Bairro Funcionários. Os aquíferos cársticos estão presentes em rochas carbonáticas, que acumulam água em suas fendas.

Estes seminários são realizados pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Consórcio Projetec/Techne, contratado para realizar o estudo, com o objetivo de propor mecanismos de gestão integrada e compartilhada dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos na Região Hidrográfica do São Francisco à sociedade que vive na região. Os eventos, que contam com apoio do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) também buscam obter sugestões para formulação da proposta de gestão integrada e compartilhada, principalmente com os integrantes dos comitês das bacias dos rios São Francisco e Verde Grande e de órgãos públicos e empresas, como o IGAM; Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), da Bahia; Serviço Geológico do Brasil (CPRM); e Companhia de Saneamento de Minas Gerais (COPASA).

O contrato para realização do estudo teve orçamento de R$ 5,7 milhões e se concentrou nas regiões de Irecê/Lapão (BA), São Desidério (BA) e Montes Claros (MG). A área de estudo também engloba o Sistema Aquífero Urucuia no oeste baiano e norte de Minas. O Urucuia e o Bambuí são os dois principais sistemas aquíferos do São Francisco.

Além disso, será apresentada uma proposta de plano de gestão. Os eventos são gratuitos e abertos ao público e não é preciso se inscrever para poder participar. Estão previstos representantes dos comitês das bacias do rio São Francisco e do Verde Grande, entre outros atores regionais.

Matéria completa: http://www2.ana.gov.br/Paginas/imprensa/noticia.aspx?id_noticia=12936

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.